Uma identidade nova

A missão de Adão foi nomear as criaturas no Paraíso. Na existência on line o nome é o que menos importa – a gente quer um apelido reconhecível pelos nossos leitores. Infelizmente, de vez em quando, registros semelhantes apontam para outro lugar e ficamos “perdidos no espaço”.  Pode acontecer com qualquer um… Aconteceu comigo.

Existe uma comerciante de roupas que recebeu muitas visitas de meus leitores, porque há um universo de Lucianas; Luísas; Lúcias e Luanas que asinam “Lu”. Mas haviam duas “Lus” num mesmo planeta do sistema. Eu e ela . E eram dois quintais diferentes. Por isso agora recomeço num blog novo. Remodelando meu espaço e minhas publicações, onde meu avatar retoma o apelido de primeiras incursões na trama da Web: “luteze” ( letra minúscula  mesmo).

Siga aqueles links (nas colunas ao  lado) que coloquei à sua disposição para acessar as alterações feitas  e atualizar as postagens novas. Desculpe qualquer desvio na rota da leitura.

Mas não esqueçam: meu negócio é papel. Papel artesanal; papiê-maché; papel vegetal; papel  e scrapbook. E eu ainda rezo para que Deus nos leve no caminho reto!

Um abraço a todos os meus amigos.

Anúncios

3 comentários sobre “Uma identidade nova

  1. Hum… gostei muito!!! Muito a tua cara mãe! Muito criativo e tá bem fácil de mexer em tudo.
    Vou vendo tudo e comentando sempre que der!
    Bjoessssss!!!!
    Te amo muito.
    Caro

  2. Hei! Nada de saques! Cite a minha autoria e os meus links!
    Seja bem vindo de volta marujo! Deus te LCR!

  3. Cara capitã luteze;
    venho por meio destas letras inter-néticas, efêmeros lampejos de luz inconstante, elogiar esta ilha de tesouros, perdida no imenso mar da web, onde tu resolveu guardar coisas preciosas para o pirata aventureiro que, se for esperto e perspicaz o suficiente pra seguir a pista, levar embora feito inspiração para novo trabalho. Tá muito bonito, adorei o barril de fotos, e também este cenário insular. Espero que tu continue colocando aqui aqueles tesouros que, quando eu mecho nas tuas gavetas sem tu saber, eu acho e fico curioso prá saber a história. Um bejão do filinho do dia 31.

Deixe um comentário aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s